Desempenho e Inovação Tecnológica na Construção


A linha de pesquisa em Desempenho e Inovação Tecnológica da Construção objetiva realizar atividade investigadora de caráter sistematizado, dirigida para a criação, o aperfeiçoamento e a difusão de métodos, processos e sistemas construtivos, materiais e componentes de construção e de técnicas de planejamento e controle das operações construtivas, que representem efetivas inovações tecnológicas no setor em termos de desempenho, qualidade e custo.

O conceito de desempenho (comportamento de um produto em utilização) é utilizado como diretriz por apresentar natureza não-prescritiva, característica amplamente favorável ao desenvolvimento da inovação tecnológica e a comparação de diferentes soluções construtivas para os diversos subsistemas da construção (fundação, estrutura, vedação, instalações e cobertura). Este conceito estrutura-se em uma hierarquia, a qual tem início com a definição das necessidades e exigências dos usuários (todos aqueles que possam vir a ser afetados pelo projeto, planejamento, execução e construção), passando pelo estabelecimento dos requisitos de desempenho (expressão qualitativa dos atributos a serem atendidos) e dos critérios de desempenho (expressão quantitativa desses atributos), culminando com o método de avaliação para a determinação objetiva e mensurável daquele requisito.

O contexto atual e as perspectivas de evolução do setor da construção, com a elaboração da norma de desempenho de edifícios habitacionais até 05 pavimentos (primeira norma brasileira de desempenho de edifícios), na qual se encontram representantes de toda a cadeia produtiva, torna ainda mais oportuna a consolidação deste grupo na região nordeste do Brasil, fomentando à discussão, divulgação e aplicação local dos conceitos de desempenho de forma a contribuir para o desenvolvimento e a avaliação das inovações tecnológicas.

A crise hídrica que antes se resumia ao agreste e sertão semiárido, atualmente atinge as grandes cidades, exigindo um planejamento para que todo prédio residencial ou empresarial seja projetado para reduzir o consumo de água. A pesquisa tecnológica para redução de pressão, restrição de vazão, controle de perdas em edificações e conjuntos residenciais assume hoje em dia grande importância na busca de soluções construtivas inovadoras.

Essa linha de pesquisa está estruturada com docentes/pesquisadores do corpo permanente do Programa. Atualmente, alguns projetos de pesquisa estão em andamento e em aprovação, os quais envolvem a produção de conhecimento relativo à racionalização de técnicas construtivas, aos métodos construtivos para revestimentos de edifícios, ao desempenho de vedações verticais, à tecnologia para uso sustentável da água, à tecnologia de materiais reciclados e as patologias das construções, desenvolvimento de instrumentos para determinação de melhorias viárias para redução de acidentes; para avaliação das emissões provenientes de diferentes materiais e processos construtivos utilizados na construção, dentre outros.